Vivi Vendo: Blue Exorcist e Kill la Kill

blue exorcist

Peço desculpas pela falha do mês passado, como eu disse no Gavestática 72, ia escrever sobre Kill la Kill, mas o anime me desanimou tanto que acabei não escrevendo nada. Nada contra o pessoal que curte, inclusive soube que anda fazendo bastante sucesso, mas não é meu tipo de anime. Lá no podcast eu disse que o maior motivo para o meu “desânimo” foi o forte apelo sexual do anime em detrimento de sua história. Quando eu achava que a história ia engrenar, de repente, PÁ, peitão balançando na tela, ou então eram nádegas com fio dental ou pior ainda, close de genitálias com o já citado fio dental. Mas aí você podem dizer: “pô, é anime, você queria o quê? A maioria deles tem esse tipo de coisa”. Eu concordo. A maioria dos animes não perde a oportunidade de dar um close nos peitões das garotas, ou nas saias curtinhas. E Blue Exorcist não fica fora dessa maioria, porém, existe um foco na narrativa e os peitões balançando acabam ficando para uma ou outra zoação dos personagens, coisa leve que não chega a ofender.

Blue Exorcist está longe de ser o anime da minha vida. Mas serviu para me animar e prendeu minha atenção suficiente para gerar um post. O anime conta a história dos filhos de satã, criados por um exorcista poderoso até se tornarem adolescentes. Alguns que já assistiram o anime podem dizer que o protagonista da história é Rin Okumura e que seu irmão gêmeo, Yukio, é um personagem coadjuvante apenas. Mas eu discordo, acho que o centro de tudo são os 2, o relacionamento entre eles e a maneira distinta como eles encaram a mesma situação. É um anime bem interessante, com bons momentos de tensão, cenas de luta bem feitas e humor na medida. O único problema, a meu ver, é a maneira meio atropelada dos acontecimentos. É a mesma crítica que fiz no post sobre SAO, não tem porque as coisas serem apressadas, tudo poderia ter sido muito bem desenrolado se fossem 2 temporadas. Eu senti que faltou um aprofundamento maior nas histórias de outros personagem que acabaram chegando “meio jogados” na história e terminaram de maneira um pouco esquisita.
Mas, mesmo com esse probleminha, ainda recomendo Blue Exorcist. =)

  • Douglas

    de fato faltou aprofundamento como maior parte dos animes
    desviaram a historia com o tempo

    bom uma analise que adoraria de ver aqui e de um otimo anime
    Fullmetal Alchemist Brotherhood u.u

    • Oi, Douglas!
      Não vou prometer a análise do Fullmetal Alchemist pq é um anime mais longo que vai acabar tomando muito tempo. Já comecei a assistir o primeiro até, mas acabei parando.

      Abraço.

  • Caninha

    Oi vivi…Bem adoro suas analises e eu concordo que alguns animes se apressão d+ em fazer e terminar o anime principalmente animes com ecchi para vender blue ray porem eu defendo animes curtos porque quando anime se alonga muito vira um one peace ou naruto da vida que da um saco de assistir. se poderia comentar de to love ru ??? abraço xall

    • Olá! Que bom que gosta, fico feliz!
      Vou dar uma olhada para ver se acho algo sobre esse anime. =)