Gavestática 93 – Filmes e Tudo Mais

gav93-podcast-filmes-e-tudo-mais

Salve, ratos e traças! Neste programa trouxemos Thiago Miro, do Mundo Podcast, para falar tanto de filmes e séries, quanto da ignorância na internet e a relevância do jornalismo. Uma coisa puxa a outra, né? =D

Não se interessou por tudo? Separamos os assuntos pela duração do cast:

01:54 – Filme: Deadpool (contém spoilers menores)
05:57 – Sobre a tendência dos próximos filmes de heróis
08:43 – Sobre filmes do Oscar de 2016
16:33 – Sobre a relevância do jornalismo
23:06 – Sobre Perdido em Marte e a Ciência
26:31 – Sobre a ignorância na rede
36:53 – Série: Black Sails
40:22 – Recados e emails

Entre na sala, pegue um café e participe da conversa mandando um e-mail para contato@gaveteiro.com ou acessando nossa fan page no facebook!

Reproduzir

Tamanho: 36,9 mb
Duração: 53:38
Feed do Podcast

– Patreon do Gaveteiro.com
– Vídeo: Gameplays com os ouvintes no XCOM

STEAM:

Grupo oficial do Gaveteiro.com
Diego Flyfish
Vivi
– Aiken

Outros podcasts com temas parecidos:

– Gavestática 87 – Preconceito
– Gavestática 89 – Série Mistborn, Podcasts, Política e o Hype

  • fravinha

    Já que não tenho comentário relevante para acrescentar, só passando para elogiar.
    Adorei o programa! s2

  • Ânderson Cardoso

    Só pra constar…Vi Arruma o site!

    Abs,

  • Nyque (amiga do Aiken/namorada do Lauro)

    Engraçado ouvir a parte da “sede de polêmica do Fábio”, eu falo para o Aiken que ele é onipresente na internet!
    De vez em quando esbarro com uma aparição dele em posts gigantes do facebook (uma delas era um comentário com mais likes corrigindo a data de nascimento do Chuck Norris). Só printo e falo para ele, “aí, de novo!”.
    Tive que comentar agora. Hahahahah

    • Fábio Nazaré

      Nesse comentário fui Troll. Joguei a bomba e nunca mais voltei, até hoje tem gente comentando e brigando lá.

  • Eae, galera!

    Sou novo por aqui e gostei muito do episódio! É impressionante como existem podcasts incríveis que nós nunca ouvimos falar… Graças à publicidade do Prefeito Miro e ao tema sobre jornalismo decidi dar uma chance a um programa que eu não conhecia. Não me arrependo! 😀

    Aliás, sou estudante de jornalismo, então venho aqui comentar sobre o tema que eu manjo.

    Então… Realmente, né? Qual o problema jornalismo nacional? É meio decepcionante perceber que grande parte da produção parece, ou parcial, ou superficial. Bem… Pelo menos era o que eu pensava até pouco tempo.

    1- Pare pra pensar: a MAIORIA da produção realmente tem esse déficit de qualidade? Com base em que conhecimento criamos essa crença? Acompanhamos (e nem falo em consumir) quantos jornais, revistas, programas televisivos? Temos curiosidade de mudar o canal das grandes emissoras e para assistir uma TV Cultura da vida?

    Cursando jornalismo eu descobri: tem muita coisa boa sendo produzida por aí, porém o que acontece é: ninguém dá moral. Já parou pra pensar em quantas páginas a investigação do Spotlight ocupou no jornal? Uma reportagem complexa como aquela daria até um livro! Quantas pessoas leriam tal conteúdo gigante? Quantas desistiriam ao verificar o tamanho?

    Ao meu ver, a causa de tal impressão pessimista que falamos no começo é o que chamamos em comunicação de “espiral do silêncio”, isso é, quem grita mais alto dá impressão de opinião predominante. Sabe aquele churrasco de família quando um tio começa a falar um monte de bobagens e todo mundo parece concordar? Se você perguntasse pra cada um, possivelmente descobriria que a maioria não concorda, mas preferiu não discordar do que parecia ser a “opinião predominante” do local. Enfim, há muita coisa boa sendo feita por aí, só que os veículos mais poderosos gritam mais alto.

    2- É realmente verdade que, em tempos de profundidade, a “grande mídia” produz produtos ruins? Vocês já tentaram se desmunir de preconceitos e ler uma Veja? Eles são ultra-mega-parciais, sim. Compram um lado na cara-de-pau. Porééém, de tempos em tempos sai um conteúdo extremamente relevante. A questão é desenvolver a habilidade de comer peixe sem se engasgar com espinhas. Ler os grandes veículos, sabendo diferenciar o que é informação útil e o que é puxação de sardinha.

    Bem, falta leitura. E vindo de um jornalista, isso é um mea culpa.

    Abraço! Seguirei acompanhando o podcast!

    • Fábio Nazaré

      Opa, obrigado pelo comentário, continue escutando os programas. Eu fui assinante da Veja por vários anos e chegou um ponto que o conteúdo não valia mais a pena. Claro, havia alguns bons cronistas como o Claudio de Moura Castro, mas simplesmente não dava mais para pagar por tanta reportagem ruim… Concordo com a sua teoria dos “veículos que fazem barulho”, assim tentamos aqui nos programas sugerir que os ouvintes busquem as fontes menos viciadas. Abração!

  • G. De Jesus

    Pausei o episódio na metade para parabenizar o gaveteiro. Dentre todos os podcasts que acompanho é o que vejo o maior amadurecimento. Ver os esforços de vocês em reconhecerem os vícios e preconceitos velados me faz perceber e questionar também os meus. Sempre sem pagar de careta, ou cagar regra, vejo vocês buscando um olhar mais crítico para não visitarem os lugares comuns. Não deixem de lado a empreitada, to aqui admirando as discussões, discordando de alguns pontos e rachando de rir. Abraços e vida longa ao gaveteiro.

    • Valeu pelo reconhecimento, brother! É sempre bom ter uma confirmação que estamos na direção certa. Hehe

  • Inoue

    Voltei,ou melhor,consegui acessar o site novamente,deve ter caído o embargo.hehehe
    Só para dar um alo.
    Vida longa e próspera.

  • Gui paiva

    Quando vai sair um podcast novo? Ja estou em abstinência.

    Batman vs superman pls.

  • Só vim dizer que também me alienei e sou mais feliz agora. Tamo junto o/\o