Gavestática 112 – Guilty Pleasure no Capricho

Salve, ratos e traças! Neste podcast a gente queria falar dos nossos pequenos prazeres com culpa, mas o tema foi disvirtuando a ponto da conversa ter se tornado um guilty pleasure em sí.

Entre na sala, pegue um café e participe da conversa mandando um e-mail para contato@gaveteiro.com ou acessando nossa fan page no facebook!

Reproduzir

FICHA TÉCNICA

Edição:
Diego Maciel
Imagem do post:
Fabiana
Músicas:
Stanley Gurvich

Tamanho: 34 mb
Duração: 48:47
Feed do Podcast

LINKS

Jabá! 

– Patreon do Gaveteiro.com
Pretagô (grupo da Laura)
– Radoc: canal | Instagram | Twitter

Comentado no podcast:

Alcione Alves
Prateleira do Radoc
– Testes que fizemos, respectivamente: 1 | 2 | 3 | 4

Steam:

Grupo oficial do Gaveteiro.com
Diego Flyfish
Vivi
– Aiken

Outros podcasts com temas parecidos:

– Gavestática+ Um Pouco Sobre Macumba
Gavestática 100 – Teleporte de Cocô

  • Bem divertido, mas quando começou as perguntas da Capricho, confesso que fiquei com vergonha alheia, kkkkk! Abraços a todos!

    • Diego Maciel

      Eu fiquei com vergonha alheia de mim mesmo.

    • Radoc Lobo

      Imagina nos que gravamos

  • Josue Gentil

    Poxa, estes testes do Buzzfeed são viciantes, não pode fazer em horário de trabalho, não, pois um puxa o outro.
    Fiz este, só errei a questão da cantora Sia:”Só os experts em teorias da conspiração vão se sair bem neste teste”.
    Postei comentário, fiz minha parte pra ter a parte 2 do tema…

    • Diego Maciel

      Eita, dava pra “errar”? Hehehe

      • Josue Gentil

        É que fiz um do tipo perguntas e respostas, tipo vestibular.
        Acertei a questão da Avil lavigne.

  • Radoc Lobo

    Ficou muito divertido.
    Só quero fazer uma pequena correção.
    Toda mulher trans é mulher de nascença, o termo que eu deveria ter usado para falar da Ines Brasil era “cis”

  • Philippe Sartin

    Cara, eu sei que não vai acontecer, mas eu tenho uma certa nostalgia do estilão dos primeiros episódios do Gavestática. Era um negócio meio “casa na árvore”, até as caneladas eram boas, inclusive o politicamente incorreto. Eu lembro no de creepypastas que o microfone do Diego dá uma distorcida bizarra numa hora, ou quando o Aiken interrompe uma conversa noutro episódio pra falar que a Tigresa soltou um pum… Eu rio dessas coisas até hoje… Talvez seja um guilty pleasure kkkk

    • Diego Maciel

      É, o problema é que isso foge totalmente do nosso controle. Mesmo que a gente se reunisse pra falar dos mesmos assuntos de antigamente, dificilmente sairia a mesma coisa. A gente é muito diferente hoje, e o resultado são casts diferentes. Da mesma forma que daqui 5, 10, 15 anos. Se o site ainda existir, seremos outra coisa, diferente do que somos hoje.

  • Henrique Calvoso

    Comentando aqui pra fazer parte da grande estatística de comentários pra rolar uma parte 2

  • Lucas

    só reforçando pra ter parte 2 😀